PORQUE O INGLÊS AINDA É A MAIOR BARREIRA À IMIGRAÇÃO PARA BRASILEIROS

Atualizado: Mar 25



Toda vez que vou a Europa fico chocado com o nível de inglês dos alemães, dos suíços e dos países escandinavos. Sempre me perguntei porque eles aprendem tão bem inglês e os brasileiros, apesar de terem o maior número de escolas de inglês do mundo, com o maior número de pessoas estudando inglês no mundo continuam derrapando tanto nessa curva.



O problema está no jeito de ensinar e no jeito de aprender, ou não aprender. É preciso usar o inglês para que ele decole, por isso mesmo um intercâmbio de qualidade é certamente um divisor de águas, você antes e depois de adquirir fluência no idioma de Shakespeare não será o mesmo.

Na Islândia a televisão é transmitida originalmente em inglês na maioria dos canais (Ingleses e Americanos), filmes, notícias, desenhos animados, documentários, etc. Apenas um ou dois canais locais transmitem notícias do país no idioma local e alguns programas culturais, o resto é totalmente em inglês, resultado; uma população fluente em inglês e apta para maximizar seu turismo e negócios internacionais, desde criança.


“Esforços medíocres não vão transformar seu inglês na velocidade e nível que um processo imigratório exige.”

Um processo imigratório é um processo seletivo onde suas características e habilidades serão avaliadas comparativamente a de seus concorrentes de todo o mundo. Infelizmente a maioria dos brasileiros decidiu por essa oportunidade depois dos 29 anos, o que coloca ainda mais pressão na necessidade de uma boa nota de inglês, o que é um desafio constante. O jeitinho, se virar, ter inglês para comprar tênis Nike em Miami ou conversar com o Mickey na Flórida não vão permitir a você imigrar, é muito mais sério que isso. Infelizmente o que mais derruba o brasileiro nesse quesito tão importante é quase que uma certeza absoluta que “com o tempo”, “ao estar no Canadá”, você obterá a fluência necessária como que por automação, isso não acontece.

São muitas preocupações, estudar, trabalhar, a família, a saudade dos amigos e da família e de certa forma ser bem sucedido nas primeiras etapas do seu plano, inviabilizam a priorização do aprendizado contínuo do inglês aos níveis que (na maioria dos casos) é exigido em função da sua idade. O inglês continuará a ser a maior barreira aos brasileiros em processos imigratórios enquanto os processos de aprendizagem e medida do aprendizado (com prática de provas IELTS) não se tornem a prioridade e a constância do seu dia a dia no Canadá.


Como sair da mediocridade no aprendizado do inglês?


- Ouça rádio e TV em inglês, sem legenda, sem nada, apenas ouça!

- Leia, para escrever bem, você precisa ler muito! Leia, leia, leia.

- Contrate um professor particular para te ajudar na redação, o assunto que mais "afunda" sonhos de imigração.

- Faça um bom curso de inglês: o máximo de horas, o maior número de vezes por semana (CLIQUE AQUI e conheça uma das melhores opções do mercado)

- Faça aulas online de qualidade para melhorar seu vocabulário e gramática;

- Pratique com quem fala inglês;

- Cante, cante muito, baixe a letra e entenda o que está cantando.

- Faça um intercâmbio de qualidade! (CLIQUE AQUI e conheça a Canada Intercambio)